Matéria Principal Moda

Viagem no tempo: peças de cada década para ter um guarda-roupa antenado

Foto: Reprodução/Instagram

Dizem que a moda anda em círculos, então nada mais comum do que revisitar algumas décadas em diferentes temporadas. No entanto, algumas peças são para usar sempre: descubra os clássicos que são versáteis e que vale ter no armário para criar looks incríveis.

1920: casaqueto

A década de 1920 trouxe itens considerados masculinos direto para o guarda-roupa feminino, algo que continua muito atual. “Essa foi a época das roupas mais larguinhas, do casaqueto (casaco estruturado e que termina na linha da cintura) e do blazer, que são atemporais. São peças muito práticas e que vão para todas as situações e roupas. É bom ter em um bom corte e tecido, e é possível encontrar alguns com detalhes bem femininos para equilibrar”, explica a consultora de imagem e estilo Fê Bastos.

Fotos: Reprodução site Daqui Dali

1940: vestido chemise

Vestidos que imitam camisas são muito simples de usar, já que garantem versatilidade e funcionam para todas: “Esses modelos se usavam muito na época, que era bem utilitária e com uma estética mais militar. É muito útil de ter no armário, porque deixa a silhueta feminina, é democrático e funciona em qualquer ocasião, especialmente se for em uma cor neutra, como o verde militar, preto ou bege”.

Foto: Tudo Ela

1950: saia midi

E que tal se jogar na tendência da saia midi? Típica dos anos 1950, ela está de volta e promete ser destaque do verão. “A saia com cintura bem no lugar e um pouco mais rodada em comprimento midi é dessa época e muito feminina, te deixa bem vestida em qualquer situação”, aponta. Aqui você aprende truques para usar sem achatar a silhueta

Fotos: Reprodução site Daqui Dali

1960: vestido tubinho

Acredite, quando se pensa em vestido não existe nenhum tão atemporal – e elegante – quanto o tubinho. “Ele é muito fácil de usar, e se está na altura do joelho é ótimo para trabalhar, um verdadeiro clássico. Se quiser deixar mais moderno é só trocar os acessórios. O cuidado está em adaptar as cores, estampas e decotes de maneira que o corte te favoreça mais”, esclarece. Com o passar dos anos, o modelo foi ficando mais justo e sensual, marcando mais a cintura do que na época em que surgiu.

Foto: Reprodução site Daqui Dali

1990: camisa xadrez

Os anos 1990 dominaram a moda das últimas duas temporadas, e se você já tem uma jaqueta jeans (um básico do guarda-roupa que era queridinho da década) a dica é investir em uma boa camisa xadrez: “A de flanela sempre vai bem, porque ela pode ser amarrada na cintura para fazer um charme ou ser usada como um agasalho quando esfria, é bem-vinda. O top cropped é outro destaque interessante para o verão, porque ele é sensual e marcante e também não sai de moda”.

Fonte: Daqui Dali

Sobre o autor

Roberta Marassi

Roberta Marassi é jornalista, pós-graduada em telejornalismo, editora da revista GeraçãoJC, membro da AD.

Add Comentário

Clique aqui para postar comentários