Uso inadequado de aparelho nos dentes – Revista GeraçãoJC
Ciência e Saúde

Uso inadequado de aparelho nos dentes

Internet

Por: Gloria Santos

Se nós somos templos do Espírito Santo, devemos cuidar da saúde de nosso corpo. Nossa alimentação, higiene pessoal e aparência refletem como estamos interiormente.

Se fizermos ao nosso corpo aquilo que é prejudicial a ele, estaremos desprezando aquilo que Senhor criou da maneira mais linda. Como cirurgiã-dentista tenho observado o surgimento de uma nova “modinha” principalmente entre jovens e adolescentes: o aparelho diferenciado ou aparelho de enfeite. Esses tipos de aparelho, que é usado por apenas estética de dar um destaque a mais no sorriso, com seus elásticos coloridos e traçados e fios das mais diversas cores, são colocados por pessoas que não possui nenhum conhecimento ou especialização na área odontológica e com materiais e ambientes inapropriados.

O aparelho ortodôntico é composto por vários elementos diferentes como bráquetes, bandas, fios ortodônticos e as famosas borrachinhas coloridas, que em conjunto trabalham para alinhar e nivelar o sorriso. Quando não acompanhados por um profissional da área, pode acarretar inúmeros malefícios. Por serem colados com substancias não indicadas para os fins, podem causar intoxicação e alergias, o fio, que no aparelho de enfeite, costuma ser de cobre ou cerdas de vassouras, instalado com ou sem a troca de borracha, de forma excessiva, vão ocasionar em movimentações dentárias indesejáveis, inflamações nas gengivas (gengivite e periodontite), acumulo de placa devido à falta de orientação na higienização e em alguns casos retração gengival, perda óssea severa podendo vir a ter perda de um ou mais dentes.

Aparelho ortodôntico não é moda, e sim tratamento realizado por profissionais de odontologia especializados na área de ortodontia. São eles que realizam a avaliação, planejamento, colagem e acompanhamento do seu tratamento. Não coloque no seu corpo o que pode prejudicar, lembrem-se: todos somos templos do Espírito Santo e que o nosso corpo é um presente de Deus, devemos zelar por ele e não destruí-lo. Assim, estaremos fazendo o que é bom o Senhor e refletindo a Sua Gloria!

Gloria Santos é  cirurgiã dentista com atuação em ortodontia e membro da Igreja Evangélica Quadrangular.

Publicado originalmente na Revista GeraçãoJC , edição 104,

 

Tags

Sobre o autor

cpadweb

Add Comentário

Clique aqui para postar comentários

Publicações Mês