Coisas de Deus

Tatuador aceita Jesus e tem vida transformada

Arquivo pessoal

Este testemunho é uma história verídica. Estarei fazendo uma síntese do que aconteceu comigo. Meu nome é Marcelo Domingos Tibola, fui usuário de drogas por mais de vinte anos, fui tatuador profissional, por quase 20 anos, em minha cidade natal, Passo Fundo (RS). Era bem sucedido na vida. Agenda sempre cheia, ganhava muito bem, entre 10 e 15 mil reais mensais. Porém era uma pessoa triste e depressiva. Buscava paz no sexo, dinheiro, nas drogas, no álcool, motociclismo, nas bandas, na profissão que eu amava e nunca obtive paz verdadeira.

Embora no trabalho (como tatuador) fosse profissional, ou seja, não misturava o lazer (drogas) durante o expediente de trabalho. Mas após o horário comercial, era praticamente diário o uso de diversos tipos de entorpecentes. Sempre buscando diversão e satisfação, que com o passar dos anos acabou virando uma prisão.

Nos últimos anos me afundei no vício da cocaína. Como citei acima, chegava às 18 horas eu fechava a loja e ia até a boca de fumo comprar pó. Ao chegar em casa inalava a droga e logo em seguida começava a ter alucinações. Era como se eu sentisse a presença de ladrões em todos os lados e ficava terrivelmente atormentado. E isso era por cerca de 10 a 12 horas diárias, minha vida dessa forma durante o uso da droga se tornou um inferno.

No dia seguinte falava pra mim mesmo e pra minha esposa que não queria passar pela mesma angústia novamente, mas chagava às 18 horas automaticamente ia na boca de fumo e o maldito ciclo se iniciava.

E isso começou a ser uma tortura, e procurei ajuda de um médico psiquiátrico e expliquei a minha situação e dizia: pelo amor de Deus me ajude! Estou muito doente, me matando e não consigo me controlar. Por favor, me receite um remédio lícito para pelo menos inibir a vontade da droga ilícita. O médico me receitou um remédio que tinha um efeito colateral, tremedeira. Enquanto me atendia ele tremia. Então abriu o jogo e me disse que também tinha este problema. Ele me alertou que como eu era tatuador, o remédio me prejudicaria no trabalho. Certamente, pois como que eu iria ficar tremendo e fazendo tatuagens?! E a outra opção de medicamento eu iria ficar com a visão turva por cerca de 30 dias, como que eu iria trabalhar dessa forma? Até porque a máquina da tatuagem dá entre 3 a 6 mil picadas por minuto! Logicamente não adiantou nada a consulta!

Procurei me esforçar e parar por vontade própria. Ouvimos falar que temos que ser mais fortes e controlar a droga, então me esforcei com todo o meu intelecto e ser. Durante uma semana eu consegui ficar sem a cocaína, mas usava após o expediente de trabalho maconha e álcool! Uma semana, por minhas forças, fique sem o pó, mas ai aconteceram crises de abstinências fortíssimas, como dores no corpo todo e irritabilidade. Automaticamente voltei a usar cocaína para não ter dores, mas as malditas alucinações me perseguiam.

Até que um dia minha esposa, Tamiris, me levou na casa de sua tia, a irmã Bete. Ela me perguntou se eu gostaria de receber Jesus Cristo como único Senhor e Salvador, e neste dia eu disse sim. Fiz a oração de arrependimento e confessando a Cristo. Naquele dia meu nome foi escrito no livro da vida, continuei a ser uma criatura mas passei a ser filho de Deus (João 1: 12).

Aparentemente não aconteceu nada, até porque eu era um homem natural e carnal. Um dia minha esposa me convidou para irmos a um culto evangélico e eu disse sim! Fomos ao culto e me escandalizei com os glórias a Deus e Aleluia que o povo gritava, ainda mais as senhoras sapateando cheias do Espírito Santo e falando em línguas estranhas! Confesso que me deu vontade de rir, chorar e de sair correndo! Até então não entedia as coisas espirituais!

Voltei algumas vezes e ainda drogado, e os (as) pregadores(as) ministrando a palavra de Deus como está escrito que a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus. O Senhor começou a depositar fé em meu ser, até que no final de agosto de 2012 meu sobrinho postou no Facebook um refrão de uma música da banda oficina G3, que dizia assim: Lutar ou fugir, qual tem sido a tua opção, sonhar ou desistir, o que tem feito o seu coração? Neste dia,um domingo ou segunda-feira, fiquei inquieto e não via a hora de ir no culto dos crentes loucos que gritavam glória a Deus e Aleluia. Vejam bem: o tatuador, motoqueiro, roqueiro, maconheiro querendo ir ao culto dos crentes! Esse é o mistério de Deus em nossa vida!

Só que o culto era só na quarta feira. Fiquei inquieto e quarta feira chegou. Fomos ao culto e um casal de missionários estavam cantado aquele hino como Namã, e neste dia eu chorei demais na presença do Senhor. Fui até a frente do altar e rasguei o meu coração, pois estava sofrendo demais. Neste dia o Espírito Santo veio sobre mim e a minha fé em Cristo Jesus me libertou na hora do vício da cocaína. Em menos de uma semana larguei a maconha e o álcool por completo.

E o mais impressionante de tudo isso é que eu não fui internado em clínica alguma, não tomei remédios, não tive crises de abstinência e ganhei o que sempre procurei PAZ!

Junto com a Paz ganhei uma fome muito grande de conhecer a verdade que é Jesus Cristo. Comprei uma Bíblia de estudos, mas lia e não entendia nada. Foi aí que pedi a Deus que me abrisse o entendimento nas escrituras sagradas e foi como um analfabeto aprender a ler.

Até que um dia comentaram algo acerca das tatuagens e fui ler sobre esse assunto na Bíblia. Esta prática que outrora era uma paixão e eu amava, começou a me fazer mal. Os clientes vinham tatuar e gemiam de dor, por que de fato incomoda as agulhadas na pele, e eu sentia uma dor no coração, um aperto que não tem como descrever.

O povo saia feliz e satisfeito com sua nova tatuagem e eu ficava arrebentado com um sentimento de depressão. Então o que era minha paixão se transformou em meu martírio, lembrando o que Cristo nos deixou relatado nos evangelhos de Mateus 16: 24-26 e em Lucas 9: 24-25. As palavras de Jesus começaram a confrontar o velho homem, colaborando com o texto de Mateus 11:28, pois já faziam quase 20 anos que era tatuador e estava com tendinites crônicas nos pulsos. Sinceramente, não aguentava mais a mesma coisa acerca das vaidades fúteis e a indecisão dos clientes acerca do que iriam tatuar.

Então decidi parar de tatuar, mas isso se deu em torno de uns 4 meses. Sempre buscando uma resposta de Deus nas escrituras, orando e jejuando, esses 4 meses foram difíceis pra mim. Foi uma decisão sem influências de homens e sim pelo Espírito Santo. Deixo uma coisa bem clara aqui aos leitores, quem me convenceu a cerca disso foi o Espírito Santo do Senhor. Automaticamente entrei no deserto financeiro, mas a Paz de Deus permaneceu em mim! E o Senhor nosso Deus não me desamparou e hoje tenho um novo trabalho.

Glorifico a Deus, pois há quase 5 anos estou totalmente curado e liberto das drogas, e também não tatuo mais para a glória de Deus.

Estou caminhando com Jesus, meu Mestre, e hoje tenho Paz verdadeira não essa rasa paz que o mundo oferece, mas a Paz de Deus que excede todo o nosso entendimento, e o mais importante, não só aqui e agora mas para todo o Sempre.

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.
2 Coríntios 5:17

Revista GeraçãoJC, edição 119.

Sobre o autor

Roberta Marassi

Roberta Marassi é jornalista, pós-graduada em telejornalismo, editora da revista GeraçãoJC, membro da AD.

Comentários

Clique aqui para postar comentários

    • Nós que agradecemos pela oportunidade de, por meio do seu testemunho, edificar outras vidas. Que o Senhor continue a te abençoar e pode compartilhar esse link com seus amigos.
      Sempre que tiver sugestão de matérias, artigos, entrevistas e testemunhos, fique a vontade para dividir conosco!

  • Meu cunhado e irmão amado! Você não é apenas o marido da minha irmã, e sim, um irmão que eu ganhei! Agradeço muito a Deus pela tua vida, por tua transformação e por ter você em nossas vidas, fazendo minha irmã feliz. Me emociono mesmo ao ver o que Deus fez na tua vida, e me orgulho muito da força de vontade que tu tem de correr atrás do que quer. Deus continue te abençoando grandemente. Amamos você!

Publicações Mês