Qual é a minha vocação? – Revista GeraçãoJC
Artigos Comportamento Matéria Principal

Qual é a minha vocação?

Foto: Shutterstock

Por Elias Torralbo

O sábio Salomão classificou a fase jovem como formosa, que se demonstra na sua força (Pv 20.29); entretanto, é possível perceber em toda a Bíblia os grandes desafios que marcam esta importante fase da vida. Todo jovem tem de tomar decisões, e o Jovem Cristão não está isento a esses desafios, aliás, a este é somada a responsabilidade de honrar a Deus em tudo o que faz, inclusive em suas decisões.

Descobrir a Vocação é um dos fatores indispensáveis ao jovem que deseja garantir qualidade de vida ao seu futuro. Este tema é abrangente, por esta razão, iremos restringir nossa reflexão à importância do Jovem Cristão descobrir sua Vocação, tendo em vista uma vida plena em satisfação, mas principalmente a glória de Deus.

Nesse caso, Vocação diz respeito a um testemunho interno, marcado pelo desejo e a inclinação pela realização de algo específico. Em uma análise mais ampla, a Vocação remete-se ao propósito de Deus para a vida de uma pessoa, que só será plenamente realizada mediante a descoberta e o cumprimento da mesma.

Nada pode ser mais trágico do que viver sem direção e sem conhecimento do propósito da vida. Esta tragédia tem levado pessoas a passarem pela existência sem a bênção de influenciar outras pessoas, e o que é pior, muitas vezes sem condições de influenciarem a si mesmas.

Por que o Jovem Cristão deve Descobrir sua Vocação?

Descobrir a Vocação requer trabalho, esforço pessoal, bons diálogos com pessoas certas e dedicação na oração e leitura bíblica. Sendo assim, é preciso que tenhamos bons motivos para todo esse esforço, isto é, precisamos responder à pergunta de quais os benefícios de um Jovem Cristão que descobre sua própria Vocação.

Em primeiro lugar, o Jovem Cristão que descobre sua Vocação tem grande chance de estar envolvido naquilo para o qual ele nasceu, o que lhe dará satisfação; em segundo lugar, a descoberta da Vocação traz clareza ao Jovem Cristão, dando-lhe não somente condições de caminhar com mais facilidade, mas também auxiliando-o na direção que ele deve andar; e, finalmente, quando um Jovem Cristão descobre sua Vocação ele tem a oportunidade de simplificar a vida, podendo assim, eliminar o que está sobrando e acrescentar o que está faltando em sua vida, inclusive, no que diz respeito às pessoas que fazem parte dos seus círculos de relacionamentos.

Todos nós nascemos para o cumprimento de um propósito, e nossa responsabilidade é descobri-lo e potencializá-lo. Não existem pessoas ruins, o que existem são pessoas no lugar errado, e fazendo o que não nasceram para fazer!

Independente de sua Vocação e o lugar que você venha exercê-la, o Jovem Cristão deve usá-la com duas finalidades principais: 1) difundir os princípios do Reino de Deus; 2) glorificar a Deus.
A Deus seja a Glória.

Elias Torralbo é pastor, escritor, mestrando em Teologia, casado com Jocelma e pai de Sofia e Hadassa

Sobre o autor

Roberta Marassi

Roberta Marassi é jornalista, pós-graduada em telejornalismo, editora da revista GeraçãoJC, membro da AD.

Comentários

Clique aqui para postar comentários

  • Todos nós nascemos para o cumprimento de um propósito e não seremos felizes até encontrarmos e passarmos a viver em prol desse propósito. Isso é fato.
    Amei o Artigo Pr. Elias Torralbo. Escreva mais, para nos edificar e, para exaltar a glória do Eterno. grande abraço.

    • Amém Douglas. Paz!!! Obrigada pelo contato. Que o Senhor o abençoe mais e mais. Fique a vontade para voltar mais vezes e compartilhar esse texto com seus amigos