É Notícia Matéria Principal

Produtos de plástico são banidos da União Europeia

Uma boa notícia para a natureza e o futuro do planeta vem da Europa: com 571 votos a favor e 53 contrários, o Parlamento Europeu votou, na última sexta-feira (26/10), a favor da proibição de itens de plástico que possuem similar em outros materiais, tais como canudos, pratos, talheres e cotonetes. Os produtos devem ser banidos da União Europeia até 2021.

Mais de 80% do lixo marinho, segundo a Comissão Europeia, é oriundo do plástico. Este lixo se acumula nos oceanos e praias do mundo inteiro e acaba se tornando um risco para a vida marinha, pois muitas espécies ingerem o material. E mais: parte dessas espécies são consumidas por seres humanos, como peixes e crustáceos.

Já aqueles produtos que não têm similares de outros materiais, não serão proibidos, mas há a recomendação de reduzir o volume de consumo em pelo menos 25% até 2025. Para a Comissão Europeia, “os plásticos precisam ser melhor usados, reutilizados e reciclados”.

Apesar da grande adesão de arquitetos e designers do mundo todo à proibição, alguns preferem tomar posições mais cautelosas. O professor Jan Boelen, curador da Bienal de Design de Istambul em 2018, publicou uma nota sobre as proibições generalizadas. Para ele, nem todos os plásticos de uso único são problemáticos. “O plástico é fantástico se bem usado – cadeiras de plástico podem servir por 50 anos, e isso é de uso único”, disse ele ao Dezeen, completando: “Não devemos proibir esses tipos de produtos.”

Fonte: Casa Vogue