É Notícia Matéria Principal

“Os médicos operam, mas é Deus quem cura”, diz Anne Graham sobre câncer

Foto: WRAL NEWS

A evangelista Anne Graham Lotz — filha do falecido pregador Billy Graham — disse que está confiando em Deus após o diagnóstico de câncer de mama, mesmo que ela só venha a descobrir o plano de Deus na eternidade, com Ele.

Lotz conversou com a agência ‘WRAL News’ na segunda-feira, dias depois de anunciar que foi diagnosticada com câncer de mama, e enfatizou a importância de estar preparada em Jesus Cristo para lutar contra esta enfermidade e aceitar a vontade de Deus nesta situação.

“Orações estão chegando de todo o mundo. Eu sei que serei curada antes da cirurgia, por causa da cirurgia, por causa da cirurgia e do tratamento de acompanhamento ou até mesmo na Ressurreição”, disse ela. “Eu sei que Deus vai me acompanhar”.

Anne Graham, que é o fundadora e presidente da organização evangelísticas AnGeL Ministries, será submetida a um procedimento cirúrgico no dia 18 de setembro, mas destacou que que “a cura depende somente de Deus”.

“Os médicos e os cirurgiões podem fazer cortes, podem operar, mas é Deus quem cura”, afirmou.

Ela insistiu que confia em Deus, mesmo que Ele tenha um “plano ou propósito que eu não consiga ver ainda, e talvez não veja nesta vida terrena”.

Anne Graham comparou em parte seu diagnóstico de câncer ao novo furacão Florence, que deve atingir os estados da Virginia e Carolina do Norte — terra natal da evangelista — nesta quinta-feira.

Ela disse que as pessoas precisam confiar em Jesus e colocar-se em Seu cuidado, assim como se preparariam para um furacão. Ela disse que um furacão pode ser uma metáfora para as lutas pessoais, como o divórcio ou, no caso dela, o câncer.

Gratidão

A evangelista agradeceu aos milhares ao redor do mundo que têm orado por ela.

“Recebi ligações de Israel, da Coreia do Sul, do Brasil e de Porto Rico”, disse ela.

“Sua fé deve ser enraizada e ancorada em Jesus. Sua melhor maneira de se preparar é ter oração com o Senhor, ler a Bíblia”, acrescentou.

Na semana passada, em uma postagem de seu blog, Lotz anunciou ao mundo que descobriu que está com câncer após um exame de saúde em 17 de agosto. O fato aconteceu três anos depois que ela encontrou seu marido inconsciente na piscina de sua casa. Ele chegou a ser levado ao hospital, mas acabou falecendo no caminho.

“Quando percebi a estranha ‘coincidência’ do tempo, cheguei à conclusão assustadora de que se tratava de uma tarefa do inimigo. Mas, assim que esse pensamento estava se formando, ouvi o sussurro suave e gentil do Espírito Santo, lembrando-me que foi em uma sexta-feira, naquele mesmo horário, entre 3 e 3:30 da tarde, que o Cordeiro da Páscoa de Deus foi sacrificado”, escreveu Anne Graham na época.

Ela acrescentou: “Então, eu sou levada a adorar e confiar totalmente em nosso Deus, que está no controle de tudo”.

Firmando a verdade

Refletindo sobre sua decisão de compartilhar suas lutas nas mídias sociais, Lotz disse à WRAL que ela queria controlar a narrativa das notícias.

“Eu queria posicionar a informação oficialmente. Eu não queria dizer a uma pessoa, e essa pessoa dizer a outra e então isto começa a ficar esquisito, porque a informação pode rodar sem controle”, explicou ela, sobre um possível efeito “telefone sem fio”.

A evangelista encorajou as pessoas que enfrentam uma situação semelhante a se voltarem para a Bíblia e realmente orarem a Deus.

“[Deus diz:]Quando você passar pelo vale da sombra da morte, eu estarei com você”, disse ela, parafraseando o Salmo 23. “Este é um vale da sombra da morte”.

“Não é a morte, mas pode ser fatal se você não lidar com isso”, acrescentou.

Fonte: Guia-me, com informações do Christian Post

Sobre o autor

Roberta Marassi

Roberta Marassi é jornalista, pós-graduada em telejornalismo, editora da revista GeraçãoJC, membro da AD.

Add Comentário

Clique aqui para postar comentários