O jovem e as doenças do coração – Revista GeraçãoJC
Ciência e Saúde Matéria Principal

O jovem e as doenças do coração

Ilustração: Fagner Machado

Por Aline Moraes

Você pode pensar: “Sou novo ainda… não tenho que me preocupar com essas coisas de doenças do coração”. Porém a cada dia têm se notado que as doenças cardiovasculares têm começado mais cedo. Se antes eram idosos que tinham infarto, hoje chego a ver pessoas com 30 anos já infartando!!!

E o problema é que um infarto em pessoas jovens são muito mais perigosos do que em idosos, e as consequências podem ser catastróficas. Agora vem a pergunta: mas porque isso vem acontecendo?

A resposta é fácil e rápida. A falta de hábitos saudáveis desde a infância! A geração atual tem se preocupado pouco com a prática regular de exercícios e com a comida saudável. Apesar da mídia estar investindo tanto em assuntos fitness e fit o tempo todo.

Em todo lugar (instagram, televisão, facebbok…) podemos ver pessoas fazendo vídeos sobre seus exercícios ou postando fotos sobre sua alimentação. Isso tem um efeito benéfico até, pois tem feito com que muitas pessoas mudem seus hábitos e aprendam uns com o exemplo dos outros.

E então, você pode refletir agor, mas então o que eu posso fazer pra melhorar e evitar que eu fique doente no futuro? A resposta é simples. Precisamos nos movimentar. O ideal é que seja feito pelo menos 30 minutos diários de atividade física. E não precisa ser somente caminhada! A melhor atividade física é aquela que te dá prazer, que você tem ânimo pra ir, seja a caminhada, corrida, dança ou algum esporte. Se você escolhe algo de que não gosta, desiste no primeiro mês!

E a complementação do exercício físico é a alimentação! Hoje em dia parece que tudo é proibido comer. Vejo pessoas colocando em suas timelines muitas informações falsas sobre os alimentos. Divulgando dietas de todo tipo e muito restritivas, que mais causam compulsão alimentar do que fazem emagrecer.

Todo alimento pode ser consumido, porém aqueles com muito açúcar, gorduras e industrializados devemos consumir com moderação e equilíbrio.

“Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém”. Nós poderíamos comer fast food todos os dias, porém isso me fará ter muitos problemas de saúde. Então devemos fazer escolhas melhores com alimentos com pouca gordura, muitos vegetais e frutas durante o dia. Mas você pode perguntar: então não posso comer fast food e aquela pizza? Hummm…

A questão não é poder ou não, mas sim a frequência que você consome esse tipo de alimento. Tudo em exagero faz mal!

Então, deixo a seguinte mensagem. Três pontos são muito importantes a vida saudável:

  • movimentar-se todos os dias.
  • comer alimentos saudáveis na maior parte da semana
  • estar bem consigo mesmo.

Seguindo essas três simples dicas, garanto que o mundo terá muitos vovozinhos fitness no futuro!

Aline Sabrina Holanda Teixeira Moraes é médica, especializada em Cardiologia pela SBC, membro da AD da Lapa em São Paulo.

Sobre o autor

Roberta Marassi

Roberta Marassi é jornalista, pós-graduada em telejornalismo, editora da revista GeraçãoJC, membro da AD.

Comentário

Clique aqui para postar comentários

  • Parabens

    Excelente idéia
    Movimentar-se todos
    Comer alimentos saudáveis,na maior parte da semana e estar bem consigo mesmo.

    Eliel Feitosa da Silva