É Notícia Matéria Principal

Lei que proíbe conversões religiosas pode ser revogada na Índia

Foto representativa

Os cristãos indianos do estado de Arunachal Pradesh foram surpreendidos por uma declaração do ministro-chefe de estado, Pema Khandu. O budista que lidera o nacionalista Partido do Povo Indiano garantiu que revogará a lei que impede a conversão de uma fé religiosa para outra. Segundo ele, o ato 1978 de Liberdade Religiosa será anulado na próxima sessão da Assembleia Legislativa.

Ao contrário de seu nome, esta lei coloca restrições pesadas quanto a conversões religiosas e é muito utilizada para os cristãos. Ela foi criada principalmente como resistência à perda de tradições culturais e prevê prisão de até dois anos e fiança de até 10 mil rúpias (cerca de R$ 570).

Desde a aprovação da lei, o número de cristãos tem aumentado no estado, especialmente entre os povos tribais. O ato 1978 sempre permaneceu como uma ameaça aos cristãos. A fala do ministro de que ela será revogada traz alívio para a igreja indiana. A postura de Khandu vai contra a dos hindus nacionalistas, que introduziram esse tipo de lei nos estados em que atuam. Caso a lei seja revogada, Arunachal Pradesh será o primeiro estado governado pelo Partido do Povo Indiano em que isso acontece.

Apresente esta situação a Deus, pedindo que ele permita que a lei seja revogada. Interceda por Pema Khandu, para que ele possa permanecer firme em sua decisão e que possa conhecer o poder transformador de Cristo. Ore também pela Igreja Perseguida indiana, para que seja fortalecida e possam ver mais mudanças no governo.

 

Fonte: Portas Abertas