É Notícia Matéria Principal

Conflito entre cristãos e muçulmanos na Nigéria

Em Adara, no sul do estado de Kaduna, na Nigéria, a violência causou muitas mortes e grande prejuízo na última quinta-feira (18). O comércio da região é dominado por cristãos, considerados os habitantes nativos de Adara. Segundo relatos, um muçulmano que roubou um saco de grãos, foi pego e agredido. Os muçulmanos (de maioria Hausa, conforme informa a BBC) revidaram atacando os cristãos.

Os ataques começaram na feira, mas se estenderam a todo o comércio, com armas e ateando fogo às lojas. A violência se intensificou rapidamente, causando a morte de 58 pessoas. Inúmeras lojas e outras propriedades também foram destruídas. No dia seguinte, o líder do governo de Adara, Maiwada Galadima, foi sequestrado com a esposa no caminho de volta para Kaduna. O assistente ligado a ele foi morto a tiros durante o ataque; e eles são todos cristãos.

No domingo (21), foi decretado um toque de recolher de 24 horas. O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, comentou sobre o conflito no Twitter: “A violência em Kaduna é condenável. A polícia foi autorizada a fazer todo o possível para restaurar a calma. Uma força de intervenção especial foi enviada aos pontos de conflito”, afirmou o presidente. O delegado da cidade, Ahmada Abdur-Rahman, disse que 22 pessoas foram detidas.

Pedidos de oração

  • Ore por conforto e força do Senhor para aqueles que perderam seus queridos e propriedades no conflito.
  • Clame pela paz em Kaduna. É comum que quando há conflito em um lugar, surjam outros em represália. Peça para que isso não aconteça.
  • Interceda pelas eleições presidenciais em 2019, para que seja eleito um homem segundo o coração de Deus, que pense no bem na nação como um todo.

Fonte: Portas Abertas

Sobre o autor

Roberta Marassi

Roberta Marassi é jornalista, pós-graduada em telejornalismo, editora da revista GeraçãoJC, membro da AD.

Add Comentário

Clique aqui para postar comentários